"

"

Sua Empresa Aqui

T-M Anabolizantes: Saiba sobre Blast,TPC,TRT - Leandro Almeida


Bom, todos sabemos que nosso meio, seja naturalmente através de modulação, seja no blast, na TPC, TRT, o uso de alguns medicamentos são indispensáveis para nós regularmos nosso quadro hormonal, perfil lipídico, transaminases (que são os mais preocupantes), e vários outros.
Falarei de algumas drogas conhecidas e outras nem tanto usando linguagem clara e tentarei ser o mais didático possível, abordando os pontos PRINCIPAIS de cada droga, ok? Sintam-se à vontade para acrescentar algo.
Aos mais experientes, tenham paciência ao lerem coisas que já são do conhecimento de vocês, mas nosso esporte precisa muito de informações básicas, pq o que mais existe por aí, são pessoas usando de forma aleatória sem qq conhecimento, e quando a merda a acontece, sobra pra todo mundo, então quanto mais informação for passada, menos merdas aconteceram, e mais respeitado será esse esporte que é nada menos que apaixonante!!!
Let's go!!!
__________________________________________________________
SERMs - (Tamoxifeno/Raloxifeno/Clomifeno):
Todos são ótimo para sua função hepática e perfil lipídico visto que aumentam o estrogênio plasmático, porém impede a ação do estrogênio em áreas específicas como seio, evitando a tão temida Ginecomastia. Esses aqui serão grandes aliados (com exceção do clomid, NA MINHA OPINIÃO, que é completamente dispensável) dos bodybuilders e cada um tem a sua peculiaridade. Mas todos tem efeito rebote ao cessar o uso pois os receptores bloqueados, agora estão livres, e isso faz com que tenha um aumento considerável caso a retirada seja súbita!
Tamoxifeno:
É o mais poderoso quando o assunto é o aumento da produção de testosterona e LH e FSH, também é o que mais aumenta a sensibilidade da Pituitária ao GnRH, fazendo ela produzir mais LH e consequentemente testosterona por estimulação dos testículos. Mas ele tem um lado ruim para ser usado intra-ciclo, ele diminui o IGF-1 em até 25%, oq seria péssimos para quem está tentando otimizar os ganhos. Já numa TPC, ele é o padrão ouro para ser usado justamente pelo que citei nas 3 primeiras linhas.
Raloxifeno:
Já tem algumas vantagens em relação ao Tamox. Apesar de perder em 20% para o Tamox no quesito aumento de LH/FSH/TESTO, ele por sua vez, não diminui ABSOLUTAMENTE NADA seu IGF-1, sendo assim, ideal para ser usado INTRA-CICLO, outra coisa, ele tem o poder de aumentar sua densidade óssea, coisa que o Tamox não faz, e essa característica é ainda melhor quando combinado com a Nandrolona, que aumenta a elasticidade do seus tendões e melhora suas conectividades. É seguro para ser usado em conjunto com AE 19-nor e é o MELHOR para tratamento e reversão da Ginecomastia ganhando do Tamox com uma frente de 50%.
Clomifeno:
Já não vou muito com a cara desse aí. É o mais fraco dentre todos os SERMs, diminui a sensibilidade da Pituitária ao GnRH, tem efeitos colaterais que, embora meio raros, podem ser IRREVERSÍVEIS se caso se manifestarem, por essas e outras razões eu não indico o clomifeno e ainda acho que os outros citados acima podem muito bem ser usados sem associação com o clomifeno, apenas com um IA, que falaremos em seguida! O Tamoxifeno tem efeito sinergístico com o Clomid, talvez por isso tenham feito essa associação, mas não vejo necessidade, só se fosse um caso EXTREMO!
__________________________________________________________
IAs - (Exemestano, Anastrozol, Letrozol)
São responsáveis pela inibição da ação da enzima Aromatase, responsável pela conversão de Testo em Estrogênio, ou seja, ótimo para controlar os níveis de E2 e prevenir a os colaterais resultantes desse aumento. Tem dois tipos: Os IAs não suicidas, e os suicidas.
Os não suicidas apenas ligam o estrogênio convertido diretamente com sua aromatase, impedindo a conversão de E2 para Testo, mas o problema vem ao cessar o uso dessa classe de IA, ao parar, principalmente abruptamente, todo esse Estrogênio é liberado e cai direto no seu plasma, fazendo vc ter um aumento muito maior de estrogênio do que se tivesse seguido sem ele, isso é chamado de EFEITO REBOTE.
Os suicidas já tem uma grande vantagem por não ter NENHUM efeito rebote, mesmo que seu uso seja descontinuado subitamente. Isso acontece pq ele se liga e destrói enzimas Aromatase e junto com isso acaba levando o estrogênio que ia ser criado por ela. O lado ruim disso é se você usar uma dosagem muito elevada e baixar demais o seu E2, vc deve cessar o uso e esperar seu organismo fabricar novas aromatases para aumentar o seu estrogênio e assim voltar a níveis normais, o que leva ~1-3 semanas. O uso de GH nesse caso é útil pq acelera o processo de formação de aromatases. Vamos um pouco de cada um agora.
Anastrozol (Não suicida):
Ele vai diminuir 50-60% do seu E2 e isso é progressivo, por exemplo, se vc estava com 60 de E2, irá para 30, dps para 15 e assim por diante, claro que isso demanda um certo espaço de tempo e dose elevada. Acredito que esse seja o melhor IA para se usar na TRT (cruise) por ter a menor taxa de diminuição do E2 e vc pode muito bem deixar seu E2 em 20-25 (que é o ponto ideal) usando apenas 1mg POR SEMANA, isso mesmo que você leu, 1mg/week, o que seria +/- 0,25mg dsdn. Não é a melhor escolha portanto, para se usar num Blast, principalmente com drogas que causam retenção por ter pouco impacto na inibição da aromatase periférica. Sua retirada deve ser gradual para não gerar o efeito rebote por se tratar de um IA não suicida.
Letrozol (Não suicida):
Este tem a maior taxa de inibição de aromatase entre todos, e na minha opinião é completamente desnecessário (com exceção do pré-contest que na minha opinião pode ser substituído pelo Exemestano "Aromasin"), não só por diminuir demais seu E2, mas por ser tóxico ao nosso corpo também.
Quem faz o uso dele já deve ter notado que ele faz vc parecer ser um obeso sedentário, deixando cansado e ofegante com facilidade até mesmo em atividades corriqueiras como ir na padaria a pé ou subir uma rua mais ingrime, isso é resultado de uma grande aumento dos seus níveis de triglicérides. Um efeito péssimo e pouco conhecido dele, mas muito interessante, é o fato dele diminuir VIOLENTAMENTE seu SHBG, havendo um pico de Testo Livre, e uma parte dessa testo livre aromatiza e transforma em E2 livre piorando o quadro de ginecomastia. Para a diminuição do E2 livre, é necessário de um SERM, pq todos os IA's diminuem o SHBG. Bacana, né Fellas? Aposto que dessa vocês não sabiam, hehehe... Quando você usa algum SERM em associação com um >>IA não suicida<<, a eficiência do IA cai para quase a metade.
Exemestano (Suicida):
Esse aí é O CARA!!!! Sou fã dele, e vc provavelmente será se achar o ponto ideal dele para você.
A começar pelo fato de NÃO CAUSAR NENHUM EFEITO REBOTE por se tratar de um IA SUICIDA (que já foi explica o que significa). Também ele causa sensibilidade com o tempo de uso, isso significa dizer que para o mesmo ciclo que você fez e utilizou 25mg/dia de Aromasin, na próxima vez você precisará de 12,5 e cada vez menos para o mesmo efeito de inibição, mas isso não é da noite pro dia, demora um certo tempo. Comparado com os outros IA's esse tem um efeito colateral ruim, que é uma queda de cabelo, nada muito gritante, e completamente controlável, mas de fato há. O fato interessantíssimo é por ele ser um IA esteroidal, e como IA esteroidal, não alteram negativamente seu perfil lipídico.
Apesar da meia vida dele ser de ~9h, após uma única dose de 25mg de Aromasin, seu nível de E2 pode baixar 70-80%. 72h depois, ainda permance 40% abaixo do normal e somente após 120h seu nível retorna ao normal. Então presumimos que ele pode ser usado a cada 3-4 dias para controle estável do E2. Claro que cada um deve achar sua dose exata. É excelente para uma TPC por vários motivos, aumenta a testo TOTAL após 10 dias de uso em até 60%, aumenta a testo livre mais de 100%. Vários relatos de usuários que associaram o Aromasin com Tamoxifeno e em nenhum momento perderam a libido durante a recuperação do eixo usando essa combinação. Ele por si só é capaz de deter o avanço da ginecomastia além de AUMENTAR O IGF-1 e não ser hepatotóxico.
Geralmente a dose de prevenção de gineco e controle da retenção fica na casa dos 12,5mg a cada 3~4 dias e 25mg/dia em pré-contest.
_______________________________________________________
Inibidores de Prolactina e/ou Agonistas dopaminérgico (Cabergolina, Bromocriptina):
Esses aqui serão responsáveis pela inibição da prolactina mediada pela diminuição dos níveis de progesterona e aumento da dopamina. Muito usado num ciclo que contenha 19-nor. Vou falar apenas da Cabergolina (que é o padrão ouro) pq acho o mais top entre eles, apesar do preço alto, e é o que mais fácil de usar.
Cabergolina:
Essa linda aqui faz coisas que você e sua namorada ficarão desacreditados (claro que isso não é com essa intensidade em todos que usarem).
Ótima para controlar o níveis de prolactina e aumentar o de dopamina, e em consequência disso, ela DIMINUI O SEU PERÍODO REFRATÁRIO (tempo que vc precisa descansar até ficar sexualmente ativo após um orgasmo) pela metade, nem preciso dizer que isso é uma maravilha, né? Aumenta 2~3x o tempo de duração do seu orgasmo, e quanto mais vc segurar pra gozar, maior será essa característica.
Dose para prevenção gira em torno de 0,25-0,5mg a cada 3 dias.
Lactação: 1-1.5mg a cada 3-5 dias.
Vitamina B6 300mg/dia ajuda no controle de prolac tbm!
__________________________________________________________
Bom galera, espero que isso ajude vocês e contribua para menos efeitos colaterais e melhora qualidade de vida durante os ciclos e depois tbm!
"HÁ BRAÇOS"

Matéria Editada Por: Treino Monster
Autor: Leandro Almeida

0 comentários:

Postar um comentário


Tire Dúvidas: Chat Monster

 

Quanto Monster !!

Leitores Online

Arquivo do blog

Receba Notícias por E-mail

Parceiros Monster



Blogspot'. All rights reserved.
Themes by @RooSouza l Treino Monster l Desde 2011