"

"

Sua Empresa Aqui

T-M Nutrição: A Farsa do salmão...

Hoje o nosso assunto vai ser sobre o Salmão, esse famoso peixe que faz sucesso nos bares mais badalados das cidades e inclusive na casa de muitas famílias.

Sim, hoje o salmão é um sucesso e é conhecido provavelmente no mundo inteiro devido aos seus inúmeros benefícios.
Quais seriam os benefícios? Veja: Combate o Colesterol ruim (LDL), anti-inflamatório, e altas doses de ômega 3, além de outros inúmeros benefícios.
PORÉM esses benefícios citados acima só serão atingidos SE você estiver comendo realmente o Salmão. (Tipo de Salmão que você está consumindo).
Agora você deve estar se perguntando: Salmão não é tudo Salmão?
Como irei saber se estou comendo um Salmão "real"?
Calma! Continue lendo!
Não, provavelmente em boa e talvez todas as vezes que você consumiu um Salmão você não comeu o real salmão.
Isso porque, devido a grande demanda desse peixe e por ser conhecido mundialmente pelos seus benefícios, as Indústrias para ainda mais aumentar o lucro começaram a criar o Salmão em cativeiro.
Sim, o Salmão de cativeiro não tem nada a ver com o Salmão encontrado nas águas geladas do Norte da América, tendo a sua carne ROSA e não LARANJA, que vive em liberdade e em sua época de procriação sobe os rios, onde vimos até em muitos filmes os mesmos lutando contra a correnteza dando seus saltos, com ursos esperando para pegar o mesmo.
Esse salmão é caro, e ainda raro, tem sua coloração baseada em uma dieta/alimentação a base de camaração e krill que este representa apenas 5% de todo o Salmão vendido nos EUA.
Então, se lá é vendido apenas 5% do Salmão real, imagina aqui!!!!!!!!!
SALMÃO DE CATIVEIRO:
Grandes produtores estão localizados no Chile, Canadá, Estados Unidos e Norte da Europa.
Sendo criado em cativeiro e com uma alimentação/dieta totalmente diferente do verdadeiro Salmão, acaba não tendo suas qualidades nutricionais, que seriam: Omega 3, vitaminas a,e,d, algumas do complexo B, magnésio, ferro..
Que bom se realmente fosse verdade esse tanto de qualidades em um peixe que em boa parte das vezes é vendido pelo preço médio de R$ 30,00 a R$ 50,00 o kg.
Na realidade o peixe de cativeiro tem uma cor que vai do cinza ao bege claro, talvez no máximo um rosinha pálido. As astaxantina e cantaxantina são iguais às que, na Natureza, tingem a carne do salmão, mas no cativeiro são substâncias sintéticas derivadas do Petróleo. Também são usadas na ração de galinhas, dando um tom mais alaranjado às gemas de algumas marcas de ovos “tipo caipira”. Em grandes quantidades podem causar problemas de visão e alergias. Estudos mais recentes apontam a astaxantina como tóxica e carcinogênica. Uma informação interessante é que 100g de salmão com corante equivale em toxinas a 1 ano consumindo enlatados.
AINDA PARA PIORAR UM POUQUINHO MAIS.. muitas vezes no ambiente (cativeiro) onde são criados tem sua higiene totalmente duvidosa, onde os peixes recebem grandes doses de antibióticos e sua alimentação é extremamente gordurosa.
Principais diferenças
Salmão Selvagem:
Custa o dobro, mas suas principais diferenças estão na qualidade e nos benefícios.
Come crustáceos coloridos, por isso a cor rosa suave
Possui grandes quantidades de Ômega 3
Sua textura é macia e aveludada como todo peixe gordo, desmancha na boca.
Salmão de Cativeiro:
Come ração, os corantes sintéticos dão cor à carne, normalmente uma forte cor alaranjada.
Menor quantidade de gorduras boas, grande quantidade de gorduras saturadas.
Textura de peixe: normalmente muito macio à mordida.
Os salmões são criados em tanques rede (cercos de tela de nylon) com pouco espaço e regime de engorda intensiva. Muito parecido com o que se faz nas granjas de frangos. À ração misturam-se altas doses de antibióticos, fungicidas e vermicidas, para evitar doenças e o rendimento da produção. Só para se ter uma ideia, a indústria canadense gasta cerca de 7 toneladas de antibióticos em seus cultivos todos os anos.
Uma opção ao salmão são peixes pescados, procure aquele que for mais comum na sua região. Alguns exemplos de peixes pescados e não cultivados são: linguado, pescada, sardinha, arenque, robalo. Na dúvida pergunte na peixaria.

Matéria Editada Por: Treino Monster
Fonte: Desconhecida. Contato

0 comentários:

Postar um comentário


Tire Dúvidas: Chat Monster

 

Quanto Monster !!

Leitores Online

Arquivo do blog

Receba Notícias por E-mail

Parceiros Monster



Blogspot'. All rights reserved.
Themes by @RooSouza l Treino Monster l Desde 2011