"

"

Sua Empresa Aqui

T-M Nutrição: Comer de 3 em 3 horas não emagrece!

O simples fato de aumentar a frequência alimentar principalmente comer de 3 em 3 horas é defendido por acelerar o metabolismo, promover mais saciedade e como consequência promover a perda de peso, mas será que isso é verdade e será que existem provas suficientes para apoiar esse hipótese?
O AUMENTO DA FREQUÊNCIA ALIMENTAR AUMENTA A OXIDAÇÃO DE GORDURA?
Um trabalho publicado em 2013 comparou os efeitos de uma dieta contendo 3 ou 6 refeições diárias na oxidação de gordura e percepção subjetiva da fome e do desejo de comer. Os resultados foram que ambos não aumentaram a oxidação de gordura e podem ter afeitos adversos na fome e saciedade. (1)
O AUMENTO DA FREQUÊNCIA ALIMENTAR E A SACIEDADE?
Esse selecionou 2 grupos (3 refeições e 3 lanches) e outro com apenas 3 refeições diárias porém ambos com uma dieta restritiva (700 kcal/dia). Resultados: Ambos tivera uma redução de 4,7% do peso e nenhuma diferença nos peptídeos YY e grelina. Aparentemente a restrição energética é mais importante do que a freqüência alimentar. (2)
A GRANDE VARIÁVEL
Muitos estudos tem encontrado resultados semelhantes no que diz respeito a uma maior ingestão de proteína, para promover saciedade e plenitude. A grande estratégia está no aumento deste nutriente na dieta.
Este estudo mostrou que consumir proteína 6x nas refeições ocorreu perda de peso, redução da gordura abdominal, e favoreceu positivamente as adipocinas comparado a 3 refeições. (6)
CONSIDERAÇÕES FINAIS
- Ao que tudo indica comer de 3 em 3 horas não afeta favoravelmente a composição corporal em pessoas sedentárias.
- Não acelera o metabolismo (termogênese induzida pela dieta, taxa metabólica basal)
- A grande estratégia está no aumento da ingestão de proteína, ao que tudo indica o aumento desse nutriente na dieta pode promover uma maior termogênese, e redução de gordura corporal.
- Em relação a saciedade o que parece determinar os efeitos positivos é o aumento da ingestão de proteína e não a freqüência por si só.
- Em relação ao balanço nitrogenado, síntese proteica muscular e hipertrofia, comer de 3 em 3 é uma estratégia interessante especialmente para aqueles que praticam exercícios resistido.
- Em atletas se os níveis de proteína estão adequados o aumento da freqüência alimentar pode preservar a massa magra.
Quero deixar claro que não estou defendendo ou apoiando algo e sim expondo o que os estudos mais atuais e o posicionamento das grandes organizações apontam. Cada caso é um caso, o que funciona em uma pessoa não funciona em outra e só um nutricionista pode te ajudar.
Matéria Editada Por: Treino Monster
Autor de Texto: Nutricionista João Paim

0 comentários:

Postar um comentário


Tire Dúvidas: Chat Monster

 

Quanto Monster !!

Leitores Online

Arquivo do blog

Receba Notícias por E-mail

Parceiros Monster



Blogspot'. All rights reserved.
Themes by @RooSouza l Treino Monster l Desde 2011