"

"

Sua Empresa Aqui

T-M Suplementos: Quais suplementos para reduzir a gordura..

Em graus diferentes todo mundo que malha chega no consultório querendo perder gordura e ganhar massa muscular. Desejo super legítimo mas muito difícil de ser alcançado. Para alguns eu diria que até impossível de ser feito AO MESMO TEMPO. Por isso quase a totalidade dos profissionais que atuam na área da nutrologia esportiva realizam o acompanhamento dos pacientes em fases, em períodos distintos onde se programa treino, alimentação e suplementação visando perda de gordura ou ganho de massa. É o que chamamos PERIODIZAÇÃO. Via de regra a perda do excesso de gordura vem antes do ganho de massa muscular, salvo nos casos de pacientes com grande componente ectomórfico - aqueles muito magros com dificuldade de ganho de peso.
Se você já entende isso e vai buscar ajuda especializada, ótimo. Sei que você tem grande chance de sucesso. Se esse acompanhamento ainda não é uma realidade possível para você, então saiba que precisamos tomar alguns cuidados.


Se a fase é de hipertrofia, vamos treinar para hipertrofia. Um bom 
treino hipertrófico só pode ser iniciado se a sua musculatura já estiver
condicionada para tal. Portanto, a ajuda do educador físico é 
fundamental. É ele quem vai determinar como esse condicionamento vai ser
estabelecido no seu caso. Via de regra você vai precisar passar por 
algumas semanas de treino para resistência muscular, depois mais algumas
semanas de treino para aumento da força e só aí você entra em um tipo 
de exercício francamente voltado para a hipertrofia. Queimar etapas pode
ser muito perigoso, além de não te levar ao seu potencial máximo de 
ganhos.


Uma vez que é a hora de treinar hipertrofia, 
respeitadas todas as normas estabelecidas de frequência, intensidade e 
volume do treino e do DESCANSO de cada grupo muscular, vamos comer para 
hipertrofiar.


Gente mal orientada tem a inocência de achar que 
quanto mais comer nessa fase, melhor. Não interessa o qu, quanto e nem 
que hora. Quem toma algum anabolizante então para acelerar essa etapa, 
pior ainda. Isto é muito anos 80 !!! Vamos acabar com essa prática pois 
ela apenas vai te levar a ser um gordo que acha que é forte. Não há 
nenhuma vantagem de saúde e nem de estética no padrão atual ter muita 
massa muscular com alto percentual de gordura. 


Além do que esta 
estratégia falha, pois quando o indivíduo que não soube comer para 
hipertrofiar "a seco" vai fazer a etapa de perda de gordura, ele não 
sabe comer para definir sem perder junto boa parte da massa muscular que
ganhou.


Existem cálculos INDIVIDUAIS que dão conta de estabelecer 
para uma pessoa a quantidade ideal de comida para ganhar massa muscular enão arrastar muito ganho de gordura junto. E isso claro não leva em conta só o valor calórico dos alimentos, mas também seus aspectos qualitativos, sua frequência e suas combinações. Nessa hora a suplementação alimentar não é uma necessidade para todos os pacientes, mas é uma facilidade que todos podem desfrutar.


E a fase da perda de gordura ??
Essa aqui então é uma verdadeira tragédia. 
Perder peso na balança não é sinônimo de perda de gordura.


Muitas pessoas com sobrepeso e obesidade ainda têm medo de praticar musculação pois imaginam que essa atividade lhes trará aumento de peso a custa do ganho de massa muscular, como se ganhar massa muscular fosse a coisa mais simples e fácil desse mundo... O aeróbico é importante nessa fase, mas a associação das duas atividades (AERÓBICO + TREINO COM PESOS) é o ideal quando acompanhada de uma dieta correta, independente de quanto seja o grau do sobrepeso ou da obesidade.

Quem faz uma dieta onde não treina com pesos, 
somente exercícios aeróbicos e simplesmente reduz as calorias ingerindo 
alimentos pouco energéticos e pouco protéicos como saladas, frutas, 
bolachinha com geléia diet, barrinha de cereal e outros pobres em 
calorias até consegue perder peso na balança, porém com perda de massa 
muscular junto. Além de não ser o que o praticante de musculação 
quer, a pessoa pode se arrumar outros dois problemas: flacidez 
(principalmente se já não tiver mais vinte e poucos anos. Mulheres então
pior ainda) e baixa do gasto metabólico basal (GMB), o que explica 
porque esse tipo de dieta tem resultados cada vez mais lentos com o 
passar dos dias. A mesma dieta faz emagrecer cada vez menos já que está 
havendo diminuição progressiva do GMB. GMB é a quantidade de energia que
o corpo gasta para se manter vivo, e ele é dado em boa parte pela 
quantidade de massa magra no corpo.


Infelizmente temos poucos 
alimentos disponíveis com uma boa quantidade de proteínas sem levar 
junto muita gordura. Entre eles: aves, carne bovina magra, peixes, ovos 
(clara, a gema não), alguns tipos de queijo (quanto mais branco melhor),
iogurte desnatado e leite desnatado. Aí entra a facilidade do 
suplemento: Nutricionalmente adequado, de fácil conservação e 
transporte, e consumo prático.



O treinamento é um estímulo de 
queima, de perda muscular aguda. Se você estiver bem alimentado no 
repouso dos dias que se seguem, o músculo se reconstrói maior e mais 
forte. Atualmente temos a possibilidade de proteger a massa muscular do 
catabolismo, usando alguns suplementos específicos antes e depois do 
treino. Todos eles - seu uso e sua utilidade já foram abordados 
isoladamente em posts anteriores.
Só para citar:
Whey protein hidrolisada (proteína de ultra-rápida absorção);
Whey protein isolada (proteína de rápida absorção);
Caseína (proteína de lenta absorção);
Carboidrato de rápida absorção;
BCAA: aminoácidos de cadeia ramificada com grande efeito anti-cabólico;

Glutamina: apresenta efeito anti-catabólico e auxiliar na manutenção da
integridade do sistema imune normalmente debilitado em dietas 
hipocalóricas associadas ao treinamento intenso;
Arginina: 
especialmente na forma AKG (alpha-keto-glutarato) este aminoácido 
proporciona maior síntese de óxido nítrico e assim melhorando a captação
de nutrientes pelos músculos;
Creatina: principal fonte energética em atividades de alta intensidade e curta duração.


Precisa entrar com tudo ao mesmo tempo? Existem fórmulas prontas a serem seguidas? Claro que não!!
Cabe ao profissional que estuda esses produtos saber trabalhar com cada um deles no momento exato e nas quantidades adequadas.


É SIMPLÓRIO demais da parte de alguém que tem condições de pagar por 
esses produtos achar que eles vão dar os mesmos efeitos que deram a um 
amigo sem entender que os resultados são fruto de ações coordenadas e 
ajustadas de pessoa para pessoa.


Compreende porque o 
acompanhamento especializado e INDIVIDUAL pode ser decisivo? Quantidade,
horário, freqüência, forma de uso e a indicação se você pode ou não 
usar eu não tenho como postar aqui de maneira genérica.

Matéria Editada Por: Treino Monster
Autor: Dr Luciano Castro - Nutrologo



0 comentários:

Postar um comentário


Tire Dúvidas: Chat Monster

 

Quanto Monster !!

Leitores Online

Arquivo do blog

Receba Notícias por E-mail

Parceiros Monster



Blogspot'. All rights reserved.
Themes by @RooSouza l Treino Monster l Desde 2011