"

"

Sua Empresa Aqui

T-M Notícias: Morre Atleta Fabiana Caggiano Paes.


Polícia investiga morte de turista paulista em hotel de Natal

Fabiana Caggiano Paes, de 36 anos, morreu nesta quarta-feira.
Ela era fisiculturista e havia sido internada na UTI na quinta (27).


A turista paulista Fabiana Caggiano Paes, de 36 anos, morreu nesta quarta-feira (2) em Natal. A causa da morte ainda não foi confirmada, mas o laudo inicial do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) apontou características de asfixia mecânica - quando as vias respiratórias são bloqueadas. Fabiana morava em Osasco, na Grande São Paulo. Ela, o marido e alguns familiares chegaram na semana passada a Natal e pretendiam ficar na cidade até esta semana.
Contudo, a perícia do Itep ainda não foi concluída. Em depoimento à polícia potiguar, o marido da turista disse que ela sofreu um acidente na quinta (27/12), enquanto tomava banho no hotel onde estavam hospedados em Natal, e desmaiou. Depois de ser socorrida pelo Serviço Móvel de Urgência (Samu), Fabiana foi encaminhada à Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular da capital, onde permaneceu até morrer.
De acordo com o delegado do caso, Frank Albuquerque, foram encontrados sinais de asfixia mecânica. “Ao abrir os pulmões e a traqueia dela, os peritos verificaram características de asfixia mecânica, como se algum instrumento tivesse colocado força sobre as vias respiratórias de Fabiana. Havia hemorragia ao redor do pescoço dela e pontos de sangue no pulmão que apontam para o sufocamento”, disse o delegado. “É muito difícil isso ter acontecido por causa de uma queda, já que a superfície onde ela caiu é lisa, pois o chão do banheiro do hotel é de azulejo. Não tem condição de tapar totalmente a boca e o nariz dela”, acrescentou.
O laudo final da morte de Fabiana Caggiano ainda não foi concluído pelo Itep. Ainda segundo o delegado, os peritos vão analisar outras partes do corpo para confirmar a causa da morte. “Enquanto isso, não podemos tratar o caso como homicídio. Porém, essa possibilidade não está descartada. Já começamos a ouvir os familiares e iremos interrogar também funcionários e hóspedes do hotel onde a turista estava", adiantou.
Fabiana e o marido estavam hospedados no quarto 505 do hotel Arituba, no bairro do Tirol. No mesmo hotel estavam a mãe dela, a irmã e dois sobrinhos, informou a polícia. Todos moravam juntos em Osasco, na Grande São Paulo. Ainda segundo a polícia, a família chegou a Natal na terça (25/12), onde ficariam por uma semana.
Versão do marido
Em depoimento à polícia, o marido de Fabiana contou que ela acordou e foi tomar banho para se encontrar com o resto da família no restaurante do hotel. “O marido disse que ela sofreu um acidente durante este banho. E para socorrê-la foi preciso quebrar o box, que estava fechado pelo lado de dentro. Como ela estava desmaiada, ele disse que a colocou no chão do quarto, ao lado da cama, e realizou uma massagem cardíaca na tentativa de reanimá-la. Como não conseguiu, pediu para chamar o Samu. O serviço realizou o atendimento e a conduziu para a UTI de um hospital particular de Natal”, resumiu o delegado ao G1.
“Também ouvimos a mãe e a irmã de Fabiana. Ambas disseram que nunca viram o casal brigar. O marido também disse que amava muito a mulher e não havia brigado com ela durante os dias que passaram na capital potiguar”, afirmou Frank.
Indagado sobre a possibilidade do marido ser suspeito da morte de Fabiana, o delegado disse que enquanto o laudo não for conclusivo, ele será tratado como vítima, já que acabou de perder a mulher. “Os indícios apontam que houve estrangulamento, mas ainda não temos essa confirmação. Então ainda não podemos tratar o caso como um assassinato", explicou.
Sobre a possibilidade de outra pessoa ter estado no quarto, o delegado descarta a possibilidade. "Era por volta das 7h, o casal estava acordado. Se alguém tivesse entrado, eles teriam visto. E o marido não falou sobre a presença de ninguém além dos dois. Além disso, o box estava fechado por dentro" indicou.
Fabiana era fisiculturista, assim como o marido. “Ela era bem forte e o marido também”, finalizou o delegado.

Matéria Editada Por: Treino Monster
Fonte: http://g1.globo.com/

0 comentários:

Postar um comentário


Tire Dúvidas: Chat Monster

 

Quanto Monster !!

Leitores Online

Arquivo do blog

Receba Notícias por E-mail

Parceiros Monster



Blogspot'. All rights reserved.
Themes by @RooSouza l Treino Monster l Desde 2011